segunda-feira, 28 de maio de 2012

BLINDAGEM AO CHEFE DA QUADRILHA DOS MENSALEIROS






Desde sábado o país sabe o que a imprensa e os parlamentares do país inteiro já sabem há dias: que Lula está cooptando o STF para postergar o julgamento dos membros do seu próprio governo. Lula sabe que Dilma Roussef nomeará dois novos ministros no lugar de Cezar Peluzo e Ayres Brito. Ela quer maioria no STF para absolver a quadrilha do Ali Babá e seus quarenta ladrões. Se o julgamento fosse hoje eles todos seriam condenados e Lula desmascarado como o maior corrupto da história do país.



Que se blinde Lula então.



Um dos primeiros órgãos de imprensa a defender o chantagista imoral Lula foi Zero Hora. Em reportagem a partir de Brasília em idioma lulês, Zero Hora na página 6 de 28/05/2012 dá crédito a Nelson Jobim, um participante do governo corrupto petista. O jornal gaúcho que nos fazer solidários com a mentira de Nelson Jobim na defesa de Lula. Ora, a própria grande imprensa do país assinala que Jobim mentiu descaradamente quando percebeu as conseqüências do famoso encontro de Lula, Gilmar Mendes, ministro do Supremo, na  casa do próprio Nelson Jobim. O encontro e o local foram preparados com antecedência segundo o desejo de Lula, e não casualmente como mente Nelson Jobim. No encontro, Lula disse – eu me sirvo da palavra insuspeita de Gilmar Mendes – que blindaria Gilmar Mendes se o julgamento da quadrilha (palavra do próprio Procurador Geral da República) fosse adiado para o ano que vem. Os motivos de Lula são óbvios: proteger sua quadrilha postergando o julgamento para um momento em que tenham maioria no Supremo, ao mesmo tempo em que desmoraliza o STF imputando e insinuando relações criminosas de Gilmar Mendes com notórios bandidos, como Cachoeira e o mais recente bode expiatório, senador Demóstenes Torres. Há ainda outra malícia: envolver, calar, e provocar  Gilmar Mendes em um pretenso afastamento do julgamento por ele emitir publicamente decisão antecipada. Mas Gilmar Mendes frustrou o golpe e o crime de chantagem revelando à Veja o que se passou na reunião de 27 de abril.



Como se blinda Lula na Zero Hora



Na reportagem de editoria de Dione Kuhn e Fabio Shaffner podemos ler o idioma lulês praticado nos bastidores do PT na CPI que Lula diz, e não nega, controlar. Neste idioma, ouvido majoritariamente na CPI fajuta, Zero Hora engrossa o coro dos quadrilheiros que dizem que o mensalão foi um golpe do PSDB. vai ver que foi mesmo; que foi tão forte que a primeria dama petista, a mulher de Lula pedir nacionalidade italiana. Ela já pensava seu futuro como italiana refugiada. Nunca se viu  nestepaiz tamanha desonra: a própria esposa do marido apanhado em grossa roubalheira abandonar o Brasil, junto com seus filhos, disfarçada de italiana. Ainda há quem defenda essa vergonha


"Envolvendo personagens polêmicos, um dos maiores escândalos políticos do país e uma revista que é alvo de questionamentos na CPI do Cachoeira, o episódio provocou repercussões".


"...Nos bastidores da CPI, há rumores de que o senador e o ministro teriam viajado à Alemanha com dinheiro do bicheiro Carlinhos Cachoeira."

"... A própria revista Veja é questionada por governistas em virtude da relação do jornalista Policarpo Junior com o contraventor."

É nítida a desconversa, o desvio do foco principal – a chantagem de Lula a membro do Supremo -, e o diversionismo para proteger Lula. Esta é mais uma das Brigadas Lula da mídia - uma tentativa desesperada de esconder do povo a imoralidade de Lula e seus crimes como mandante de centenas de falcatruas. Perpetuar o mito do homem do povo é missão fundamental desse tipo de imprensa.

Ainda prefiro as palavras de membros do STF:

Eis o que diz Celso Mello, decano do STF: “Se ainda fosse presidente da República, esse comportamento seria passível de impeachment por configurar infração político-administrativa, em que um chefe de poder tenta interferir em outro”.

A conduta do ex-presidente da República, se confirmada, constituirá lamentável expressão de grave desconhecimento das instituições republicanas e de seu regular funcionamento no âmbito do Estado Democrático de Direito. O episódio revela um comportamento eticamente censurável, politicamente atrevido e juridicamente ilegítimo”.


Tentar interferir dessa maneira em um julgamento do STF é inaceitável e indecoroso. Rompe todos os limites da ética. Seria assim para qualquer cidadão, mas mais grave quando se trata da figura de um presidente da República. Ele mostrou desconhecer a posição de absoluta independência dos ministros do STF no desempenho de suas funções”.

Um gesto de desrespeito por todo o STF. Sem falar no caráter indecoroso é um comportamento que jamais poderia ser adotado por quem exerceu o mais alto cargo da República. Surpreendente essa tentativa espúria de interferir em assunto que não permite essa abordagem. Não se pode contemporizar com o desconhecimento do sistema constitucional do país nem com o desconhecimento dos limites éticos e jurídicos”.


Agora fala o ministro Marco Aurélio Mello:

Não concebo uma tentativa de cooptação de um ministro. Mesmo que não se tenha tratado do mérito do processo, mas apenas do adiamento, para não se realizar o julgamento no semestre das eleições. Ainda assim, é algo inimaginável. Quem tem de decidir o melhor momento para julgar o processo, e decidirá, é o próprio Supremo”.



Você leitor ainda fica com Zero Hora – Nelson Jobim – Lula?



sábado, 5 de maio de 2012


PRECONCEITO CONTRA COMUNISTAS E PITBULLS



Você quer testar sua capacidade de sentir ou ter preconceito? É muito simples. Primeiro você junta tudo o que sabe, ou pensa que sabe, sobre preconceito; a seguir você mede qual a reação do seu coração medindo seu pulso diante de uma situação de “preconceito”, ou pela quantidade de saliva que pode descer de sua boca, ou então, o que é mais fácil, você libera um ar de indignação completa.



Se você achar muito difícil testar o seu preconceito você pode usar o exemplo que darei:



Você vem caminhando por uma rua, no mesmo instante você percebe um pitbull vindo em sua direção. Você calmamente, sem nenhum preconceito contra os pitbulls, o desafia, até com um olhar agressivo, e passa por ele. Você se conforta porque ninguém poderá acusá-lo de ter preconceito.



Ou você para e pensa se deve cruzar pelo pitbull, pensando na sua integridade física, nos longos dias no hospital sem os seus filhos por perto, e você decide na base do mais odioso preconceito contra pitbulls mudar de calçada.



Se você não entendeu o exemplo avise o Paulo Sant’ana que você está indeciso quanto a enfrentar pitbulls, demonstrando assim para a maioria do povo brasileiro que você está livre deste terrível sentimento, ou que você mandará às favas o “preconceito” e desviará cautelosamente do cão.




Pois preconceito é isso. Um exemplo muito didático de como tratar com o preconceito foi dado pela senadora do PP Ana Amélia Lemos. A Senadora disse que apóia a Manuela D’Ávila, candidata à prefeitura de Porto Alegre, apesar do nome do seu partido, o PC do B (Partido Comunista do Brasil). A Senadora referiu que: “a única coisa (resistência) é que no nome do partido está escrito a palavra comunista. E isto causa algum tipo de tensão e até um preconceito”. (Zero Hora, 16/04/2012).



Curiosa a idéia de preconceito da Senadora. Ou, o curioso sou eu que levanta a questão do preconceito para dizer claramente que preconceito é o conhecimento acumulado dos povos, como dizia Edmund Burke. Ora, caríssima senadora, os comunistas provocam “alguma tensão” e geram até “preconceito” porque mataram mais de 200 milhões de seres humanos nos dois últimos séculos. Fizeram mais, destruíram as religiões, torturaram padres católicos, estupraram freiras católicas, fizeram um bispo da Romênia engolir a própria urina e comer as próprias fezes. Os comunistas de Stalin, o queridinho do Chico Buarque e do Niemeyer, mataram 7 milhões de russos ucranianos em 1932-33. O comunismo de Mao Tse Tung matou um número ainda não calculável de chineses, uns 40 ou 50 milhões de pessoas. Será que Stalin e Mao tinham algum tipo de preconceito contra a humanidade e seu próprio povo?

Como pitbulls assassinos - sim, assassinos, perigosos, inconfiáveis -, os comunistas causaram algum tipo de tensão na humanidade.

A senadora tem a mesma idéia de preconceito do povão brasileiro que foi enganado, engambelado, aceitando pacificamente a distorção dos significados, a inversão da realidade e até o conceito falso de preconceito (criado, vejam só!, pelos comunistas e socialistas que dominam o Brasil). Tal conceito, distorcido, se entranhou na mente nacional.

Ora, Senadora, faça a escolha eleitoreira que quiser, mas o comunismo continuará a ser comunismo com todos os efeitos que lhe é próprio. Saiba Senadora, que se eu cruzar com a Senhora em alguma calçada da vida, eu vou mudar de calçada. E se eu der de cara com a Dep. Manoela D'Ávila eu vou ter que voltar correndo!

terça-feira, 1 de maio de 2012

Carta aos Porcos Federais.



Hoje, 1/5/2012, o cocalero Evo Morales, seguindo a presidente da Argentina, Cristina Kirshner, resolveu nacionalizar uma companhia de transmissão de eletricidade espanhola. Em duas semanas os espanhóis foram assaltados duas vezes por ditaduras comunistas latino-americanas. Isso me fez recordar o incidente de 2007, quando o mesmo Evo Morales, por intermédio de José Dirceu, nos roubou a Petrobrás. Vejam o que escrevi na época.



19/12/2007

Charles London é um ING – Indivíduo não Governamental



Suas Excelências Parlamentares Suínas.



Estou em greve de fome, atentai bem. Eu sei que não tenho mais do que algumas poucas espigas de milho para Vossas Excelências. Muito menos disponho de cargos no segundo e no terceiro escalão para distribuir aí no Chiqueiro Federal. Mas mesmo assim eu gostaria da atenção de Vossas Excelências suínas para a minha greve de fome. Eu faço greve de fome não por causa da transposição das águas do R. São Francisco; o São Francisco que se exploda! Eu estarei em greve até Vossas Excelências denunciarem a transposição de um bilhão de dólares do Brasil para a Revolução Bolivariana, seção Bolívia, feita recentemente pelo presidente Lula em nome da Petrobrás. Como Vossas Excelências deixaram de reparar, Lula repassou essa grana para o companheiro Evo com o claro intuito de tê-la de volta, ou parte dela, para a campanha de 2010. Já fora assim em 2006.



É claro que eu tomo uma aguinha e como uma melancia de vez em quando, se não eu perigo morrer, como o bispo espertalhão aquele, mas eu prometo definhar à vista de todos aí no Chiqueiro Federal se Vossas Excelências nada fizerem contra a sangria desatada de dinheiro brasileiro para o exterior, especialmente sabendo que esse dinheiro retornará em 2010, como já retornou outras vezes, para a campanha de re-eleição de Lula. Ficará feio para Vossas Excelências quando a mídia internacional perguntar porque o Chiqueiro Federal, que tanto preza os Direitos Humanos, permitiram tal coisa, ali mesmo, diante de Vossas fuças!



Desculpem o meu radicalismo e o meu ato não-cristão de dar cabo da minha vida in extremis. Juro que não faria tal coisa não fosse a causa muito justa: estou pesando quase 120 kg! Eu também não faria algo parecido como o companheiro de Lula, o Bruno Maranhão, que depredou o pigsty mais abaixo do Vosso. Eu sou da paz. Mas por que não alinhar uma causa pessoal a uma causa nacional, patriótica. Vossas Excelências suínas que recentemente deram um grande exemplo ao Brasil derrotando o governo Lula no caso da CPMF, fariam mais ainda se o impedissem de financiar a Revolução Bolivariana não lá fora, mas aqui mesmo! Investiguem com seus largos focinhos, treinados para cheirar dinheiro, para onde vai voltar o bilhão da Petrobrás entregue ao companheiro cocalero. Investiguem, se possível numa focinhada só, as relações do governo Lula com as FARC! Eu me comprometo antes de morrer, de ajudar Vossas Excelências com os documentos que provam as ligações criminosas de Lula com o Foro de São Paulo e seu ramo operacional, as FARC. Procurem farejar mais na fronteira da Venezuela com a Colômbia! Não tem erro! Não acreditem no companheiro suíno de Roraima, terra de ninguém e do Chàvez, que tem medo dos americanos. Não acreditem especialmente no Suíno maranhense que representa o Amapá. Muito menos no Suíno do Acre.



Se Vossas Excelências tiverem dificuldade especial com o faro, procurem assoar o focinho para tirar o pó que financia a Revolução, e depois dar uma busca no STF e no PSOL. Tentem achar ali porque o Oliverio Medina, um dos dirigentes das FARC e dono do cartel da cocaína no Brasil, foi libertado, e porque! Procurem saber porque somente narcotraficantes avulsos e concorrentes, portanto fora do cartel comunista das FARC, são presos no Brasil e aparecem na mídia. Procurem saber se há algum narcotraficante do cartel sócio do Lula em cana! Denunciem com Vossas patas que Hugo Chàvez mantém os reféns das FARC na Venezuela!



Excelentíssimos Senhores Porcos Federais. Eu seu que abusei da paciência de Vossas Excelências. Eu sei que a luta anti-FARC não re-elege Vossas Excelências. Eu sei que mexer com o narcotráfico das FARC desgosta muito o companheiro Lula, o chefão criador do Foro de São Paulo, e vários suínos no Chiqueiro Federal. Eu sei de tudo isso. Mas, a minha causa é muito pesada e patriótica. Posso morrer por causa dela. Vossas Excelências lembram do Governador Garotinho e sua greve de fome? Morreu politicamente! Eu não peço que Vossas Excelências façam a minha greve de fome, porque sei que Vossas Excelências jamais fariam isso. Suicídio de porco, ou seu espírito, só na Bíblia (Lucas 8;33), e com ordem expressa de Jesus. Peço apenas, aliás, imploro, pelo bem do país, que Vossas Excelências detenham Lula e sua troupe de aloprados. Investiguem as notícias da Venezuela que dão conta que Chàvez financiou a campanha petista, assim como a de todos os cocaleros e cucarachos da União das Repúblicas Socialistas da América Latina. Não custa nada! Bem, vá lá, só um pouquinho de Vossas Excelentíssimas Graxas...



Se Vossas Excelências atenderem ao meu apelo desesperado, dou como terminada a minha greve de fome e até lhes desejarei um Feliz Natal e um ainda mais Próspero Ano Novo. Vou até mais longe: recomendarei aos brasileiros e brasileiras que NÃO comam carne de porco neste fim de ano! Onde estaria o Brasil se não fosse o Chiqueiro Federal?

---------------

Lutamos nas praias, nos mares, nas planícies. Por que não lutaríamos nos lugares enlameados?

-----------------------------------------------------------------------------------

--------------------------